sexta-feira, 27 de agosto de 2010

"Aprendi com a primavera a deixar-me cortar e voltar sempre inteira.( Cecília Meireles )



Descobri que estou em uma fase meio poética...sempre gostei muito de poesias, mas fazia algum tempo que não lia nada. Então resolvi demonstrar as coisas que tem acontecido em minha vida através de autores que eu admiro muito. Uma delas, sem dúvida, é a Cecília Meireles. E é com um poema dela que fecho esse post!




Canção

Pus o meu sonho num navio
e o navio em cima do mar;
- depois, abri o mar com as mãos,
para o meu sonho naufragar


Minhas mãos ainda estão molhadas
do azul das ondas entreabertas,
e a cor que escorre de meus dedos
colore as areias desertas.


O vento vem vindo de longe,
a noite se curva de frio;
debaixo da água vai morrendo
meu sonho, dentro de um navio...


Chorarei quanto for preciso,
para fazer com que o mar cresça,
e o meu navio chegue ao fundo
e o meu sonho desapareça.


Depois, tudo estará perfeito;
praia lisa, águas ordenadas,
meus olhos secos como pedras
e as minhas duas mãos quebradas.

Bjinhos aos que passarem por aqui! S2

Um comentário:

  1. rsrs,uou...lindo poema,mesmo sendo um tanto quanto down..bjooo

    ResponderExcluir